Como criar (não uma mas) cinco AMAPs?

Uma das perguntas que nos fazem com mais frequência é: como posso criar uma AMAP / CSA? Não há uma forma única de criar uma AMAP, uma receita infalível, um “toolkit” para o sucesso, um modelo prescrito para seguir à regra… Há sim experiências diversas que permitem juntar consumidores e produtores em Associações pela Manutenção da Agricultura de Proximidade ou Comunidades que Sustentam a Agricultura. Dentro da diversidade de experiências que existe na rede das AMAP / CSA, cada um/a terá a sua forma de explicar como criou a “sua”…

Respondendo ao chamado da Primavera Agroecológica, a REGENERAR – Rede Portuguesa de Agroecologia Solidária organiza uma sessão na qual 3, 4, 5 pessoas que estiveram envolvidas na criação de AMAPs em Portugal vão contar como é que fizeram.

No dia 8 de Abril às 18:00, online, estarão connosco Samuel Thirion, pioneiro das AMAP em Portugal com o Cabaz da Horta, em Odemira, em 2004, Pedro Rocha, que criou a primeira AMAP do Porto em 2009, Olivia Silva, que mantém a AMAP Famalicão desde 2014 e é a produtora de hortícolas da AMAP Porto desde 2016, Alfredo Sendim, criador da CSA Partilhar as Colheitas da Herdade do Freixo do Meio que nasceu em 2015, Rita Magalhães, impulsionadora da AMAP Sado/Alvalade desde 2019 e Paula Serrano, da AMAP Maravilha em Palmela desde 2019.


LINK PARA EVENTO ZOOM
Senha de acesso: 12345

Documentário das AMAP / CSA: Agroecologia em Movimento

Documentário das AMAP / CSA: Agroecologia em Movimento

Queremos mostrar que é possível fazer agricultura de forma mais justa e ecológica — o que já está a acontecer de Norte a Sul do país com as Associações para a Manutenção da Agricultura de Proximidade e as Comunidades que Sustentam a Agricultura. Para isso, juntamo-nos à Outros Ângulos e lançamos uma campanha de crowdfunding para a realização de um documentário sobre o movimento das AMAP / CSA em Portugal.

Documentário das AMAP / CSA: Agroecologia em Movimento - crowdfunding PPL
Documentário das AMAP / CSA: Agroecologia em Movimento

Para além da importância histórica de documentar os avanços do movimento das AMAP / CSA em Portugal, esperamos que o documentário tenha um efeito multiplicador, motivando outras pessoas a replicarem este modelo em prol da soberania alimentar. 

Vem aí a III Assembleia Geral das AMAP / CSA!

A REGENERAR
~ REDE PORTUGUESA DE AGROECOLOGIA SOLIDÁRIA ~
CONVOCA:
III ASSEMBLEIA GERAL DAS AMAP / CSA
Dom. 13 de Dezembro | 10:00-13:00 
~ ONLINE ~
Precedida de reunião de comunicação
Sáb. 12 de Dezembro | 15:00-18:00 [novo horário!]
Inscrições: https://forms.gle/sF4X6WLyWqmv9SLQ9

Pelo terceiro ano consecutivo desde que se formou a REGENERAR – Rede Portuguesa de Agroecologia Solidária, volta a celebrar-se a Assembleia Geral que reúne anualmente grupos de consumo e produção agroecológica de norte a sul do país.

No fim de semana de 12 e 13 de Dezembro, produtores, agricultoras, consumidores, co-produtoras e todas as pessoas interessadas na agricultura apoiada pelas comunidades – em especial todas aquelas que participam nas AMAP / CSA – estão convidadas a juntar-se a este momento de convergência, partilha e reflexão em Rede.

Depois do encontro aberto que teve lugar no final de Outubro, no qual estivemos a trabalhar algumas propostas a serem levadas à assembleia, o plano de trabalhos agora divide-se em dois momentos distintos, ambos online:

  • A Assembleia Geral está marcada para domingo de manhã (13/12). Vamos fazer um ponto de situação das AMAP / CSA, apresentar um balanço da Rede no último ano e propostas de actividades para o próximo ano. Será também o momento para a integração de novos membrosaceita-se propostas!
  • No sábado à tarde [novo horário!], haverá uma sessão de trabalho dedicada à comunicação da rede para que possamos avançar na articulação deste movimento que está a REGENERAR ecossistemas e laços sociais através de práticas agrícolas de proximidade.

Todos os membros das AMAP/CSA são convidados a participar nas sessões de trabalho e discussão. Também é possível participar como “observadoras”, só pedimos que se inscrevam através deste formulário.

Encorajamos a participação de outros grupos de consumo e produção agroecológica que ainda não fazem parte da rede, já que este será o momento para a integração de novos membros! Inscrevam-se e entrem em contacto connosco para o endereço de email rederegenerar arroba gmail ponto com.

Encontro das AMAPs/CSA · Rede Regenerar · 24-25 Out [online]

REGENERAR | REDE PORTUGUESA DE AGROECOLOGIA SOLIDÁRIA
Convocatória III Assembleia-Geral das AMAP/CSA
Encontro virtual das AMAP/CSA / sessões de trabalho
Datas: Sáb. 24 de Outubro | 09:30-13:30 [c/intervalos]
       Dom. 25 de Outubro | 09:30-13:30 [c/intervalos]
Local: ONLINE! 
       Quinta do Pinheiral, Castelo de Paiva [mapa]
Inscrições: https://forms.gle/SUCTQufZGxqYEgRz5

A pandemia impede-nos de realizar um encontro presencial como desejado, mas seguimos noutro formato.

Programa (em actualização)

Sábado, 24 de Outubro Domingo, 25 de Outubro
09:30-10:00_ Boas vindas & Apresentações

10:00-10:45_ Ponto de situação das AMAP/CSA

11:00-13:30_ HORTAS
Voluntariado fértil, partilha de saberes entre agricultores
[com intervalo]

09:30-09:45_ Bons dias

09:45-12:00_ COMUNICAÇÃO
Ferramentas, necessidades e boas práticas de comunicação. Desafio: Documentário
[com intervalo]

12:15-13:30_ Próximos passos, avaliação & FECHO

Para nos ajudar na logística da organização, por favor inscreva-se através deste formulário até ao dia 23 de Outubro.

Enquadramento

Desde 2018, com a formação da Rede Portuguesa de Agroecologia Solidária – Regenerar, as AMAP/CSA do Norte e Sul do país encontram-se anualmente num momento de convergência para “pôr em comum” o trabalho da rede, reflectir sobre a evolução dos grupos de consumo e produção agroecológica, e também para olhar para o futuro, delinear estratégias e conviver.

Depois de Vila Nova de Gaia (2018) e Montemor-o-Novo (2019), este terceiro encontro – inicialmente marcado na Quinta do Pinheiral em Castelo de Paiva- vai ter lugar online, no zoom, nas manhãs de sábado e domingo.

No primeiro dia, vamos fazer um ponto de situação da rede das AMAP/CSA e debruçar-nos sobre necessidades sentidas no que toca a produção: como fortalecer as hortas? No segundo dia, domingo, haverá espaço para debater questões relacionadas com a comunicação, nomeadamente as boas práticas, as ferramentas em uso, e um documentário já em execução.

Todos os membros das AMAP/CSA são convidados a participar nas sessões de trabalho e discussão.  Também é possível participar como “observadoras”, só pedimos  que se inscrevam através deste link.

A equipa dinamizadora,

Filipa Almeida
Olivia Silva, AMAP Porto & AMAP Famalicão
Paula Serrano, AMAP Maravilha / Palmela
Rita Magalhães, AMAP Sado / Alvalade
Samuel Thirion, AMAP Sado / Alvalade
Sara Moreira, AMAP Porto

ISTO NÃO É UM CABAZ: Comunicado REGENERAR vs. COVID-19

ISTO NÃO É UM CABAZ: é um bem-comum, é resiliência, é proximidade em estado de emergência.

DO ESTADO DE EMERGÊNCIA AO CULTIVO DA RESILIÊNCIA: Pela propagação das Comunidades que Sustentam a Agricultura

Dado o momento de crise que estamos a viver, nós, membros da Rede Portuguesa de Agroecologia Solidária, co-produtoras das Associações para a Manutenção da Agricultura de Proximidade (AMAP) e das Comunidades que Sustentam a Agricultura (CSA), partilhamos algumas inquietações sobre os tempos que correm e suas implicações na soberania alimentar.

1. O ALIMENTO É UM BEM-COMUM – NÃO É UMA MERCADORIA

Na actual situação de crise que vivemos, temos notado uma corrida aos cabazes como se fosse papel higiénico. Por melhor negócio que possa parecer, isto não alivia a nossa ansiedade em relação ao presente e futuro que vem. Partilhamos da angústia sentida por muitos pela possibilidade de vir a faltar comida, e compreendemos o medo de frequentar os locais de consumo de massas, bem como a conveniência de poder receber em casa alimentos, enquanto confinados à espera que a pandemia passe.

No entanto, imunes ao vírus, as hortaliças continuam a crescer.
Para podermos concentrar-nos nos cuidados (agora redobrados) que a terra exige, não podemos viver atarantados com a gestão de solicitações desenfreadas. Precisamos de planeamento, de proximidade, de compromisso e de empatia. Nas AMAP/CSA, foi sempre esta a ética que nos guiou para cumprirmos o dever que sentimos de providenciar alimentos de qualidade. Por isso não distinguimos entre consumidores e produtores: somos todos co-produtores. E para nós é isto que está na base da soberania alimentar.

2. EMERGÊNCIA RIMA COM RESILIÊNCIA

A crise do vírus corona tem posto a descoberto aquilo que já muitos de nós sabíamos: o actual sistema económico não é sustentável, e isso fica patente quando nos vemos obrigados a pensar como funciona o fornecimento agro-alimentar. No cerne da resiliência está a capacidade de um sistema continuar a funcionar quando enfrenta uma falha. Na realidade de muitos agricultores – que dependem do grande retalho e de circuitos longos de distribuição – a quebra nas encomendas, por causa desta crise, pode levar a situações trágicas no escoamento, e consequentemente no acesso ao pão que (n)os alimenta. Com a proibição das feiras e mercados, e com os limites à circulação, há que reinventar todo o circuito de distribuição de forma a torná-lo mais local, mais próximo e resiliente.

Nas AMAP/CSA, co-criamos sistemas agroalimentares solidários baseados na relação directa entre grupos de consumidores e produtores. Mais do que relações de um-para-um, procuramos fazê-lo coletivamente, reconhecendo o ecossistema como um todo (incluindo quem produz, quem consome e a natureza que nos brinda), e assumindo os riscos e as responsabilidades do imprevisível que acontece.

3. CULTIVAR A PROXIMIDADE EM TEMPOS DE DISTANCIAMENTO SOCIAL

Tanto em tempos de crise como de não-crise, as AMAP/CSA procuram criar outro tipo de relação entre as pessoas e aquilo que as alimenta. Não são só uma forma de “ajudar os agricultores”, embora lhes aliviem o peso dos ombros quanto à responsabilidade que é cuidar da terra. Não reivindicam para si a autoria de uma receita para o sucesso nem são um franchising – mas abrem processos. É nesses processos longos, continuados, de convergência de pessoas comuns comprometidas, que a agricultura de proximidade pode afirmar-se em termos de soberania alimentar.

Lançamos assim um apelo à solidariedade de toda a gente que come com toda a gente que produz alimentos de forma justa, próxima, sustentável e regeneradora dos ecossistemas. Envolvam-se e comprometam-se na co-produção que nos alimenta. Só assim ficaremos imunes a esta e outras crises que possam vir.

Pelos membros da equipa da Rede REGENERAR, em representação de

AMAP Famalicão (chuchubio.ab@gmail.com)
AMAP Gaia (amapgaia@gmail.com)
AMAP Guimarães (silvaresquinta@gmail.com)
AMAP Maravilha / Palmela ( quintamaravilha077@gmail.com )
AMAP Sado e Alvalade / Santiago do Cacém (mimo@ecobytes.net)
AMAP UPTEC / Porto (amapportopinc@gmail.com)
CSA Partilhar as Colheitas / Herdade do Freixo-do-Meio, Montemor-o-Novo (csafreixodomeio@gmail.com)

Mais informação: Carta de princípios das AMAP/CSA

ISTO NÃO É UM CABAZ: é um bem-comum, é resiliência, é proximidade em estado de emergência.
ISTO NÃO É UM CABAZ: é um bem-comum, é resiliência, é proximidade em estado de emergência.  Partilha este comunicado nas tuas redes juntamente com uma foto do teu cabaz. #REGENERAR vs. #COVID19PT #SoberaniaAlimentar #AMAP #CSA

Assembleia-Geral das AMAP/CSA – 19 Out | Montemor-o-Novo

REGENERAR | REDE PORTUGUESA DE AGROECOLOGIA SOLIDÁRIA
Convocatória: Assembleia-Geral das AMAP/CSA
Data: Sábado, 19 de Outubro de 2019
Hora: das 10:30 às 16:30 (inclui pic-nic partilhado!)
Local: Herdade do Freixo do Meio, 
Foros de Vale de Figueira (Montemor-o-Novo)

A Rede nacional das AMAP/CSA já tem um nome, grupos de trabalho definidos pela equipa dinamizadora, um plano de actividades em progresso, mas ainda temos muitos desafios e decisões para tomar em conjunto!

Quase após um ano do último encontro, convidamos todos os agricultores, produtores, co-produtores e defensores da agroecologia e membros das Comunidades que Sustentam a Agricultura e das Associações pela Manutenção da Agricultura de Proximidade, existentes ou em formação, de norte a sul do país, a participarem na Assembleia Geral agendada para o dia 19 de Outubro de 2019 (sábado) na Herdade do Freixo do Meio em Montemor-o-Novo, com a seguinte ordem de trabalhos:

10:30 Recepção e acolhimento
11:00 Início da Assembleia – boas vindas e breve ronda de apresentações
11:15 Ponto de situação da Equipa Dinamizadora
(plano de actividades, grupos de trabalho, participação em eventos)
12:30 Apresentação de novos membros
13:00 Pic-nic partilhado
14:30 Propostas e debate
– aprovação dos estatutos e regulamento (envia-se em anexo para análise)
– reestruturação da equipa dinamizadora
– logotipo da REGENERAR
– propostas para 2020
16:30 Conclusões e fecho

Participa e ajuda-nos a construir um modelo de consumo e de produção alimentar agroecológico, justo e solidário em defesa do alimento como Bem Comum!

Em anexo poderão encontrar a proposta de regulamento e estatutos, para aprovação na assembleia. Apelamos ainda ao envio de propostas de esboços para o logo da REGENERAR, a ser discutido na assembleia.

Abraço!

A equipa dinamizadora

 

Divulgação: Vamos iniciar uma AMAP? Iniciativa do Monte Mimo, Alvalade do Sado

O Monte Mimo convida a um encontro no dia 25 de Abril para sonhar e concretizar juntos uma AMAP, com o anfitrião motivado para ser o produtor de hortícolas. O Monte Mimo está disponível para ser produtor de hortícolas numa AMAP em parceria com outras pessoas – produtores e co-produtores (consumidores que partilham responsabilidades). Para concretizar esta AMAP precisamos em conjunto articular a forma de nos organizarmos e agirmos.

Convidamos, no dia 25 de Abril a virem ao Monte Mimo:

 09h30 Boas Vindas
10h00  Visita à horta
10h30 Conversa com o foco
– Como nos organizamos e agimos nesta AMAP?
13h00 Almoço Vegetariano com produtos do Monte Mimo
14h30 Um modo diferente de entregar cabazes
– como feito noutros grupos: AMAP.
15h30 Observações e melhoramentos
– modos de organizar e agir nesta AMAP.
17h00 Chá e fecho

Propomos já no dia 25 de Abril termos também a experiência de entrega de cabazes com produtos do Monte Mimo. Valor e peso: 10 euros/5 kg. Se queres fazer parte desta 1ª experiência reserva o teu cabaz até dia 23 de Abril via e-mail: mimo@ecobytes.net.

Neste dia vamos contar com o apoio da Maria Rute – Orla Design – para a facilitação das conversas. https://www.orladesign.org

O Convite é aberto a todas as pessoas interessadas na articulação e/ou curiosas sobre esta AMAP e pessoas com vontade de se inspirarem… o almoço vegetariano será por donativo.

No passado dia 11 de Abril, em Relíquias – no espaço A Onda, pessoas encontraram-se e concordaram que a ACÇÃO DE PRODUÇÃO E CONSUMO DE BENS ALIMENTARES LOCAL PODE BENEFICIAR TODA A COMUNIDADE!

Apresentámos Modelos de apoio mútuo entre a produção e consumo, de bens alimentares como: AMAP, CSA, Genuíno Clandestino. Escutámos uma produtora com 3 anos de experiência neste tipo de modelos de proximidade. Conversámos e percebemos o que existe entre nós – produtores, consumidores e observadores … e bom, bom, era surgirem AMAPs como cogumelos, aqui e ali ….

Para ouvir na Rádio Rio o programa “Agricultura de proximidade e criação de AMAP”, gravado e editado pela Tamara:
https://www.radiointernacionalodemira.com/cafe-sudoeste

Agradecidos pelo vosso apoio!!!
Um abraço mimoso…
Rita e Sérgio

Sem esquecer que o propósito desta criação de AMAP é a Soberania Alimentar aqui e em todo o lugar… hoje dia 17 de Abril é celebrado o Dia Internacional das Lutas Camponesas!

Ajuda-nos a criar a Identidade Visual da REGENERAR!

A todos os produtores e co-produtores AMAP/CSA,

Se…

…és um produtor / co-produtor activo

…tens criatividade e gosto em co-criar

…defendes a alimentação biológica local

…assim, como redes de consumo solidárias e agroecológicas…

E…

… queres ajudar a dinamizar o modelo AMAP e CSA por todo o país..

… e fazer parte da mudança..

Este concurso de ideias é para ti!

Participa na criação da Identidade Visual da “REGENERAR”, a primeira Rede Portuguesa de Agroecologia Solidária.

Constituída em dezembro de 2018 por sete grupos de agricultura de proximidade, esta organização informal representa agricultores e co-produtores unidos com o mesmo compromisso ético de desenvolvimento justo e sustentável. Um dos objectivos é organizar e disseminar o modelo agrícola de consumo cooperativo e solidário em Portugal.

Faz parte da mudança 🙂

Consulta as INFORMAÇÕES E REGRAS DO APELO aqui. 
O prazo de entrega das propostas termina às 23:59
do dia 30 de Abril de 2019.

Habemus rede! Acta da Assembleia Constituinte da rede de AMAPs/CSA

Caros produtores, consumidores, co-produtores e apoiantes das AMAP/CSA,

Já passou mais de um mês da histórica Assembleia Constituinte da rede que pretende unir grupos de consumo e produção agroecológica em Portugal. Vimos então partilhar algumas novidades com todas as pessoas que participaram.

Antes de mais, dizer que já reunimos e vamos avançando nas tarefas que nos foram atribuídas, nomeadamente na definição de um nome para a rede que se quer dedicar à difusão de práticas e conceitos das AMAP/CSA em Portugal. O assunto foi longamente debatido por email e finalmente levado a votos com uma série de possibilidades, das quais a que reuniu mais apoios foi:

REGENERAR – Rede Portuguesa de Agroecologia Solidária

Mas ainda antes disso, o primeiro passo que demos foi mesmo aprovar a Acta da Assembleia Constituinte que pode ser consultada neste link, ou se preferirem em formato podcast no blog d’O SOM É A ENXADA, que tem acompanhado as AMAP desde o I Encontro Nacional em 2015.

Um dos grandes passos dados na Assembleia foi a aprovação da Carta de Princípios, que podem consultar no nosso website e também ouvir desde já em formato podcast aqui. Divulguem!

Saiu também um artigo no Jornal Mapa sobre o lançamento da rede.

Seguimos revolucionando o paradigma do consumo e produção agroecológica em Portugal!

A equipa dinamizadora,

Liliana Pinto
(AMAP Gaia e Porto),
Marília Moura
(CSA Partilhar as Colheitas, Montemor-o-Novo)
Olívia Silva
(AMAP Famalicão e Porto)
Samuel Thirion
(Cabaz da Horta, Odemira)
Sandra Martins
(AMAP Matosinhos)
Sara Moreira
(AMAP Porto)
Susana Gouveia
(AMAP Guimarães, Gaia e Matosinhos)

Convocatória: Assembleia Geral | 15 DEZ | Mafamood, Gaia

ASSEMBLEIA GERAL DAS AMAP
Sábado, 15 de Dezembro de 2018 das 15:00 às 19:00
— no espaço Mafamood, em Gaia

Almoço partilhado das 12:00 às 15:00
[3 euros de contribuição para o espaço que nos acolhe]

Convidamos todos os agricultores, consumidores, produtores, co-produtores e entusiastas das Associações pela Manutenção da Agricultura de Proximidade a participarem na Assembleia Geral agendada para o próximo dia 15 de Dezembro de 2018 (sábado) pelas 15 horas no espaço Mafamood, sito na Rua do Telhado, 265 — Vila Nova de Gaia.

Da ordem de trabalhos (que partilharemos em breve com maior detalhe), constará um ponto de situação das AMAPs em Portugal e a apresentação de propostas para 2019, incluindo o lançamento da Rede das AMAP.

A Assembleia será precedida por um convívio e almoço partilhado, entre as 12:00 e as 15:00 no espaço Mafamood.

Já temos confirmada a presença de dinamizadores de AMAPs de vários pontos do país. Contamos contigo também? 🙂